Exchange 2013: Interoperabilidade com versões legadas

Olá pessoal,

Uma das principais dúvidas a respeito do Exchange Server 2013 é como ele irá trabalhar com as versões anteriores de Exchange Server (2007 e 2010). O Exchange Server 2013 irá suportar a coexistência de versões legadas, trabalhando na maioria das vezes como Proxy para solicitações que forem feitas aos servidores legados.

Quando o Exchange 2013 irá atuar como Proxy? Quando o exchange irá fazer redirecionamento para um servidor legado?

A resposta das perguntas levantadas acima é relativamente simples, embora haja algumas ressalvas. Basicamente, o Exchange Server 2013 irá sempre tentar atuar como proxy para requisições de outros CAS2013 ou  de servidores legados, especialmente para o Exchange Server 2010. As únicas exceções são:

  • Exchange 2007 OWA
  • Exchange 2010 OWA ou ECP c/ ExternalUrl configurado

Baseado nas exceções citadas acima, chegamos as seguintes informações:

image

Conforme visto no quadro acima, o Exchange Server 2013 não funciona como proxy em algumas Workloads para o Exchange Server 2007, logo teremos que criar uma namespace Legado para coexistência (legacy.dominio.com.br). Este domínio será usado como endpoint para onde o usuário final será redirecionado.

A External URL do Exchange Server 2007 deverá ser configurada para legacy.dominio.com.br para que possa haver a coexistência e os redirecionamentos dos Workloads (OWA, por exemplo) funcione corretamente.

Proxy URL

Seria normal que o Exchange Server 2013 utilizasse a InternalURL para fazer com que o usuário acesse o servidor legado, fazendo um encaminhamento interno de URL, porém iso poderia causar loop, por exemplo no caso do Exchange Server 2010 que tem o apontamento da InternalURL para o Exchange Server 2013. Ao utilizar o autodiscover, por exemplo:

owa_routing_loop1

1 – Client irá conectar no autodiscover através do Exchange Server 2013

2 – O Exchange 2013 iria atuar como proxy para o Exchange 2010, é esperado que o proxy utilize a InternalUrl

3 – A InternalURL resolveria o nome DNS e apontaria novamente para o Exchange 2013

4 – Com isso teríamos um Loop no proxy do Exchange Server 2013

Obviamente que não funciona desta forma, então como funciona

Para que não aconteça isso o Exchange Server 2013 irá se conectar através do nome do servidor CAS Legado ao invés da URL especificada, por exemplo:

No caso do autodiscover citado acima ele iria utilizar a URL: https://CAS2010.contoso.com/autodiscover/autodiscover.xml

Ao invés de:

https://autodiscover.contoso.com/autodiscover/autodiscover.xml

Este processo é completamente transparente para o usuário final.

Redirecionamento

Os usuários serão redirecionados para o servidores legados de forma transparente porém os usuários terão que se autenticar novamente quando forem redirecionados para o servidor onde está armazenado sua Mailbox. Basicamente este redirecionamento é feito como nas versões anteriores do Exchange Server.

Espero que tenha ficado claro como o Exchange Server 2013 irá funcionar com servidores legados, na função de Client Access.

Fonte: michaelvh.wordpress.com

Até a próxima,

Diogo Heringer

clip_image001

Publicado em outubro 17, 2012, em Client Access, Exchange 2013 e marcado como , , . Adicione o link aos favoritos. 1 comentário.

  1. Parabéns

    Altissimo nivel

    Muito profissional

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: