Arquivo da categoria: Mailbox Server

Exchange 2013 Preview: Hybrid Configuration com Edge Server

 

 

Olá pessoal,

Os servidores de Edge Transport, nas versões anteriores do Exchange Server são implementados na DMZ da organização.

O Edge Transport é um servidor que não está no domínio interno, e recebe diretamente requisições da Internet. Ele funciona com um relay para os servidores de Exchange Server e também faz o filtro de e-mails externos que são destinados a sua organização.

No Exchange Server 2013 Preview ainda não temos a função do Edge Transport, porém provavelmente será adicionada na versão final do produto e será suportado também em cenários Híbridos de Exchange 2013 <> Exchange Online.

No Exchange Server 2010 SP2, em um ambiente híbrido, era necessário que o FOPE conseguisse conectar diretamente ao Edge Transport ou ao Mailbox Server, no caso do Edge Transport era necessário fazer algumas alterações no ambiente para que ele se comunicasse normalmente com o Exchange Online.

Com o Exchange Server 2013 temos uma nova opção no Hybrid Configuration Wizard, onde selecionamos o servidor de Edge Transport. Feito isto não é necessário fazer mais nenhuma alteração no ambiente para que a comunicação do Edge <> EOP (Exchange Online Protection, antigo FOPE) seja perfeita.

Quando adicionarmos o Edge Transport no ambiente híbrido, ele será responsável por fazer a comunicação Mailbox Server <> EOP. O servidor de Edge Transport irá fazer o relay das mensagens enviadas internamente na organização entre Mailbox que estão no Exchange Online e Mailbox que estão no Exchange 2013 local.

O fluxo de mensagens irá funcionar da seguinte forma:

 

Fluxo de Mensagens sem o Edge Transport – Hybrid

  1. Mensagens enviadas de usuários On-Premise para usuários Online serão enviadas através do Mailbox Server do Exchange Server 2013.
  2. O Exchange Server 2013(Mailbox Server) irá encaminhar as mensagens diretamente ao EOP (Exchange Online Protection).
  3. O EOP (Exchange Online Protection) irá entregar a mensagem ao Mailbox no Exchange Online

 

Fluxo de Mensagens com o Edge Transport – Hybrid

  1. Mensagens enviadas de usuários On-Premise para usuários Online serão enviadas através do Mailbox Server do Exchange Server 2013.
  2. O Exchange Server 2013(Mailbox Server) irá encaminhar as mensagens ao Edge Transport (Exchange Server 2013 ou Exchange Server 2010 SP2).
  3. O Edge Transport irá encaminhar as mensagens EOP (Exchange Online Protection).
  4. O EOP (Exchange Online Protection) irá entregar a mensagem ao Mailbox no Exchange Online

 

Com o Exchange Server 2013 ficou bem mais fácil de integrar a sua estrutura de Edge Server ao seu Ambiente Híbrido!

 

Até a próxima,

Diogo Heringer

clip_image001

Step-By-Step: PST Capture

 

windows_lupa_ok[3]

 

Olá pessoal,

 

Após a Microsoft ter lançado a ferramenta “PST Capture” resolvi colocá-la em produção e verificar se realmente é funcional. Os resultados obtidos com a ferramenta foram bem satisfatórios.

A ferramenta é simples de ser utilizada, completamente intuitiva e de extrema ajuda em caso de migrações onde os usuários possuam arquivos PST em suas máquinas locais. Lembrando que esta ferramenta só é homologada para o Exchange 2010: On-Premise e Cloud e BPOS.

Vamos ao passo a passo:

 

     Pré Requisitos:

  • DOT .NET Framework 3.5 SP1
  • Microsoft Outlook 2010 x64
  • Máquinas clientes no domínio

 

É necessário a instalação destes dois pré-requisitos antes de executar a instalação do PST Capture.

 

Instalação da Console

1 – Executar o arquivo “PST Capture.msi” para abrir a tela abaixo. Clicar em “Next”:

 

Tela 1

 

2 – Aceitar o Contrato de Licença e clicar em “Next”:

 

Tela 2

 

3 – Escolher o local da instalação e clicar em “Next”:

 

Tela 3

 

4 – Escolher um Usuário e Senha para a conta de serviço. Clicar em “Next”:

 

Tela 4

 

5 – Na tela de verificação das configurações, clicar em “Next”:

 

Tela 5

 

6 – A instalação foi finalizada com sucesso.

 

Tela 6 - Finish

 

 

Instalação dos Agentes PST Capture

 

Os agentes são arquivos .MSI, que podem ser distribuídos através de GPOS ou ferramentas como o SCCM (System Center Configuration Manager). Não existe parâmetros que façam alteração no tipo de instalação, por exemplo, “/quiet”, “/unattend:arquivoderesposta.txt”.

Também temos a opção de instalar manualmente, que foi a opção que utilizei. A instalação é bem fácil de fazer, basicamente “Next –> Next –> Finish”, a única informação que devemos inserir é o Nome do Servidor onde está instalado a Console do PST Capture. A porta é recomendado utilizar a padrão.

 

Lembrete: Instalar o Agent depois que a Console estiver instalada.

 

Configuração

 

1 – Abrir a Console do PST Capture.

 

PST Capture - Install

 

4 – Neste exemplo vamos configurar a importação dos PSTS para o Exchange Online, para isso vamos acessar “Tools” e em seguida “Settings”:

 

Configurar Online Services

 

5 – Ao clicar em “Settings” abrirá uma janela para configuração da conta do Office365 ou BPOS, neste exemplo iremos configurar Office365. Antes da configuração vamos verificar algumas informações importantes:

O usuário utilizado para fazer a conexão deverá fazer parte do grupo Tenant Admins.

 

Outra informação relevante é como saber o “Nome do Servidor” o qual iremos configurar, isto é muito simples:

 

  • Acessar a sua conta através do OWA do Office365 e clicar em “Opções” e “Consultar todas as opções”.

 

image

 

  • Na janela que se abrirá clicar em “Configurações para acesso POP, IMAP e SMTP…”.

 

image

 

  • Agora já podemos encontrar o Nome do Servidor.

 

Nome do Servidor - Configuração Online Connections

 

6 – Com a janela de configuração de conexão do PST Capture com o Microsoft Online aberta e levando em consideração as informações citadas no item 5, vamos configurar nosso “Connector” e clicar em “Check para verificar a conexão. Clicar em “Ok”.

 

Configuração Microsoft Online - PST Capture

 

Com a conexão verificada esperar cerca de 20-30 minutos para que o PST Capture atualize as suas informações de acordo com o Tenant Office365.

 

7 – Com o agente instalado nas máquinas vamos realizar nosso “SCAN” na rede clicando no botão “New PST Search”.

 

Scan na Rede

 

8 – A seguinte janela se abrirá:

 

Maquina com Agente

 

Nesta janela podemos ver todas as máquinas que possuem Agentes instalados. Caso não exista nenhuma máquina com Agente instalado a seguinte mensagem aparecerá:

 

image

 

Vamos marcar apenas a máquina que desejamos fazer o SCAN e clicar em “Next”.

 

9 – Vamos escolher os locais da máquina onde o SCAN irá ser feito. Clicar em “Next”.

 

PST Search

 

10 – Selecionar o agendamento do SCAN. Clicar em “Next”.

 

Schedule

 

11 – Escolher um nome para o “PST Search” e clicar em “Finish”.

 

Nome Search

 

12 – Agora vamos clicar em no botão “Search All Now”:

 

image

 

 

13 – Com o resultado na tela, vou selecionar todos os PSTS:

 

Resultados

 

14 – Com os PSTS selecionados clicar em “New Import List” e selecionar “Cloud Import List”:

 

image

 

image

 

13 – Na aba “New Import List” vamos clicar em “Set Mailbox” para selecionarmos a Mailbox a qual o PST será importado. Clicar em “Ok”:

 

Cloud Import List

 

image

 

14 – Com o Mailbox selecionado clicar no botão “Import All Now”:

 

Mailbox Escolhida

 

Import All Now

 

15 – O processo de importação irá iniciar. Devemos aguardar até que seja importado.

 

16 – O PST foi importado com sucesso.

 

image

 

Pronto! Agora já importamos o PST para dentro da Mailbox que está localizada no Exchange Online. Basta abrir a Mailbox e o PST irá se encontrar lá.

Este procedimento é o procedimento simples de importação no PST Capture para o ambiente Cloud. Irei postar em breve algumas configurações mais específicas da ferramenta.

 

Até a próxima,

Diogo Heringer

clip_image001

Import e Export PST

 

98-PSTFile(07)

 

Olá pessoal,

Hoje vou mostrar como fazer o Import/Export de PSTS no Exchange Server 2010 SP1. É uma atividade muito simples de ser feita. Pode ser feito o Import/Export de diversas Mailbox simultaneamente, porém você deverá abrir vários EMS (Exchange Managament Shell). Este procedimento é geralmente utilizado em migrações de Exchange Server onde o cliente tem seus e-mails armazenados via POP3 na máquina cliente. Importante ressaltar que hoje a ferramenta “PST Capture” poderá fazer isso com sucesso também.

 

Export PST

 

1 – Abrir o EMS (Exchange Management Shell) e digitar o seguinte comando:

New-ManagementRoleAssignment –Role “Mailbox Import Export” –User <Nome do usuário que terá permissão para fazer o Import/Export Mailbox>

 

image

 

2 – Criar uma pasta compartilhada onde será armazenado os PSTS:

 

image

A pasta compartilhada foi criada em C:\PST do próprio servidor Exchange.

 

3 – No EMS (Exchange Management Shell) utilizar o seguinte comando para fazer a exportação:

 

New-MailboxExportRequest –Mailbox <Nome-da-Mailbox>

-FilePath “\\Nome-do-Servidor\Compartilhamento\Arquivo.pst

 

image

 

4 – Visualizar o status do “Export Mailbox” através do comando:

 

Get-MailboxExportRequest

 

image

 

5 – Verificar no compartilhamento o Arquivo PST exportado:

 

image

 

PS: O tamanho máximo de PST suportado pelo Outlook é 50GB. Este é o valor suportado, podem existir PSTS maiores que 50GB, porém não são homologados pela Microsoft.

 

Import PST

 

1 – Abrir o EMS (Exchange Management Shell) e digitar o seguinte comando:

 

New-MailboxImportRequest –Mailbox <Mailbox o qual o PST será importado>

–Filepath < Caminho do Arquivo PST>

 

image

 

2 – O PST foi importado com sucesso:

image

 

Pronto! Agora sabemos Importar e Exportar arquivos com a extensão .PST para o Exchange Server 2010 SP1.

Até a próxima!

 

Abraços,

Diogo Heringer

clip_image001

Full Access Permission: Todas as Mailbox

Permissions-Reset-Icon

Olá pessoal,

Hoje em meu ambiente de teste para uma POC de Enterprise Vault (Archive Symantec), ao rodar o “Deployment Scanner” ele me retornou um report onde um dos tópicos era que o usuário deveria ter “Full Access Permission” em todas as Mailbox das Databases do Exchange Server.

Como só postei o procedimento de “Full Access Permission” em uma única Mailbox, vou mostrar agora como fazer para todas as Mailbox de uma Database, que é muito simples.

Vamos abrir o Exchange Management Shell e digitar o seguinte comando:

Get-MailboxDatabase –Identity <Nome da database desejada> | Add-ADPermission –user <Nome do usuário que terá a permissão em todos os Mailbox> –AccessRights GenericAll

Copy:
Get-MailboxDatabase –identity heringerDB | Add-ADPermission –user diogo.heringer
–AccessRights GenericAll

Agora o usuário Diogo Heringer possui permissão em toda as Mailbox da Database “heringerDB”.

Abraço a todos,

Diogo Heringer

clip_image001

Exchange On-Premise: New Local Move Request

 

12234655723mefzC

 

Uma atividade comum na administração do Exchange Server 2010 é mover Mailbox entre Databases diferentes. Muita das vezes por questão de organização devemos re-alocar os nossos usuários em novas Databases, ou até mesmo por questão de espaço em disco.

Para fazer esta re-alocação vamos utilizar o EMC (Exchange Management Console) e o comando “New Local Move Request”. Vamos lá:

 

1 – Abrir o EMC (Exchange Management Console), expandir o nó “Recipient Configuration”, navegar até “Mailbox”:

 

 

image

 

2 – Clicar com o botão direito do mouse na Mailbox que desejamos migrar e em seguida em “New Local Move Request…”, para abrir a seguinte janela:

 

image

 

3 – Através do botão “Browse” vamos escolher a Database de destino. Clicar em “Next”:

 

image

 

4 – Na página “Move Settings” deixar as configurações padrões e clicar em “Next”:

 

image

 

5 – Na tela de resumo das configurações vamos clicar em “New”:

 

image

 

6 – O comando foi completado com sucesso.

 

image

 

Agora a Mailbox “Diogo Heringer” que estava na Database “heringerDB” se encontra na Database “heringerDB2”.

 

Abraço a todos,

Diogo Heringer

clip_image001

Troubleshoot: Erro ao Migrar Mailbox Exchange 2003 para Exchange 2010

 

troubleshoot_error_pages_thumb3

 

 

Um problema comum quando estamos fazendo a migração do Exchange Server 2003 para o Exchange Server 2010, é no momento em que vamos fazer o Move-Mailbox do Exchange 2003 para o Exchange 2010. Ao tentar fazer o “Move-Request” recebemos um erro de acesso negado, mais especificamente o seguinte erro:

Insufficient Access Rights to perform the operation

 

Ao receber este erro e tentarmos mover novamente a mesma caixa receberemos um novo erro que nos diz: “Já existe um Move-Request” pendente e associado a esta Mailbox. Na console do EMC (Exchange Managament Console) este Move-Request não irá constar. E agora? Como iremos fazer para fazer o move desta Mailbox para o Exchange 2010? É bem simples, vamos lá:

 

1- Obter a MailboxGuid da caixa postal que desejamos remover o Move-Request:

 

image

 

2 – Remover o Move-Request referente a esta Mailbox através do cmdlet:

 

image

Lembrando que o MailboxGuid é o número que conseguimos no primeiro comando.

 

3 – Agora que removemos a Move-Request associado vamos no Active Directory, em “Propriedades” do usuário que desejamos migrar em seguida em “Security”. Caso a guia “Security” não apareça, basta clicarmos em “View e em seguida em “Advanced Features”.

Na guia “Security”, vamos clicar em “Advanced”, marcar a opção “Include inheritable permissions from this object’s parent

 

                                               (Advanced Features)

image

 

                                               (Advanced Security)

image

 

Com estes procedimentos concluídos, basta executar o Move-Request novamente do EMC (Exchange Management Console).

 

Abraço a todos,

Diogo Heringer

clip_image001

Full Access Permission: Exchange Online

image

Hoje fui ajudar o Andreazi em uma tarefa simples, inclusive já postada no Blog que é o “Full Access Permission” em uma Mailbox. O tutorial postado anteriormente se refere ao Exchange On-Premise, mas e no Exchange Online? Como proceder para conceder esta permissão a Mailbox? Vamos descobrir agora:

1 – Partindo do ponto que você tenha o módulo do Office365 já instalado no seu ambiente para utilização dos comandos PowerShell para nuvem, vamos executar os seguintes comandos:

Import-Module MSONLINE (Habilitar os CMDlets do Office365 no Shell)

$Cred=Get-Credential (Fornecer a Credencial Administrativa do Tenant)

Connect-MSOLService -credential $Cred (Conectar ao tenant utilizando as credenciais armazenadas na variável “$Cred”)

$s = New-PSsession -ConfigurationName Microsoft.Exchange -ConnectionUri https://ps.outlook.com/powershell -Credential $Cred -Authentication Basic –AllowRedirection (Criar uma nova sessão com a nuvem, para podermos alterar configurações)

$importresults=import-pssession $s

Já estamos conectados e prontos para fornecer comandos via PowerShell ao nosso Tenant Office365.

2 – Executar os seguintes comandos no PowerShell de acordo com a sua necessidade:

Full Access Permission para uma Mailbox:

Cmdlet: Add-MailboxPermission <user’s mailbox> -User admin(ou usuário que deseja dar a permissão)
-AccessRights FullAccess –InheritanceType All

Atribuir permissões ao grupo de função Gerenciamento da Organização:

Cmdlet: Add-MailboxPermission <user’s mailbox> -User “Organization Management”
-AccessRights FullAccess -InheritanceType All

Dar acesso total às caixas de correio de todos os usuários em sua organização:

Cmdlet:
Get-Mailbox -ResultSize unlimited -Filter {(RecipientTypeDetails -eq ‘UserMailbox’) -and (Alias -ne ‘Admin’)} | Add-MailboxPermission -User admin -AccessRights fullaccess -InheritanceType all

Agora bastar acessar o OWA do Office365 (mail.office365.com), efetuar logon com seu usuário e senha, clicar no seu “Display Name” que aparece no canto superior do Browser e em seguida clicar em “Abri outra caixa de correio”:

image

Finalmente teremos acesso as Mailbox necessárias!

Até a próxima,

Diogo Heringer
clip_image001

image

Configurando Mailbox Features

 

block_email_icon

 

Ao criar uma mailbox no Exchange Server 2010 por padrão o recurso do OWA, Active Sync e outros já vem habilitado. Às vezes é necessário desabilitar essa função devido a restrições de segurança. Para efetuar isso podemos fazer de duas formas: via Exchange Management Console ou Exchange Management Shell.

Vou mostrar como fazer da maneira mais simples, através do EMC (Exchange Management Console):

 

1 – Abrir o EMC (Exchange Management Console), navegar até “Recipient Configuration” e em seguida “Mailbox”:

 

image

 

2- Clicar com o botão direito em cima da Mailbox que deseja dar a permissão e clicar na opção “Properties”:

 

image

 

3 – Agora vamos clicar em “Mailbox Features” para abrir a seguinte tela:

 

image

 

4 – Vou desabilitar o recurso de “Active Sync” e em seguida em “Disabled. Notem que o status do recurso passa a ser “Disabled”. Clicar em “Ok”:

 

image

 

Agora o usuário “Roseli Heringer” não possui a permissão para fazer a sincronização do seu dispositivo móvel com o Exchange Server.

 

Abraço a todos,

Diogo Heringer

clip_image001

Configurando Full Access Permission

 

Permissions-Reset-Icon

 

Use o assistente “Manage Full Access Permission” para conceder permissões de Acesso Completo a usuários ou grupos para uma caixa de correio selecionada. Você pode usar esse assistente também para remover as permissões de Acesso Completo de usuários ou grupos.

Quando outro usuário de uma caixa de correio recebe a permissão de Acesso Completo, pode fazer logon nessa caixa de correio e acessar todo o seu conteúdo.

 

Importante: No Exchange 2010 Service Pack 1 (SP1), os clientes do Outlook 2007 e do Outlook 2010 fazem automaticamente o mapeamento para qualquer caixa de correio na qual o usuário tenha permissões de acesso total. Se um usuário receber permissões de acesso total à caixa de correio de outro usuário ou a uma caixa de correio compartilhada, a Descoberta Automática carregará automaticamente todas as caixas de correio às quais o usuário tiver acesso total. Se o usuário tiver acesso total a um grande número de caixas de correio, pode haver problemas de desempenho ao iniciar o Outlook. Por exemplo, em algumas organizações do Exchange, os administradores têm acesso total a todas as caixas de correio da organização. Nesse caso, quando iniciado, o Outlook tenta abrir todas as caixas de correio da organização.
No Exchange 2010 SP1, os usuários não podem controlar esse comportamento e não podem desativá-lo. No Exchange 2010 SP2, os administradores podem desativar o recurso de mapeamento automático. Para obter mais informações, consulte o terceiro exemplo de Shell neste tópico ou leia Desabilitar o Mapeamento Automático do Outlook em Caixas de Correio com Acesso Total.

 

Para configurar “Full Access Permission” devemos seguir os seguintes passos:

 

1 – Abrir o EMC (Exchange Management Console), navegar até o nó “Recipient Configuration” e clicar em “Mailbox”:

 

image

 

2 – Clicar com o botão direito em cima da Mailbox que deseja dar a permissão e clicar na opção “Manage Full Access Permission”:

 

image

 

3 – Na janela abrirá vamos adicionar o usuário que desejamos que tenha a permissão total sobre a Mailbox e clicar em “Manage”:

 

image

 

4 – O processo é completado com sucesso:

 

image

 

 

Pronto, agora o usuário “Diogo Heringer” tem acesso completo a Mailbox do usuário “Gustavo Heringer”.

 

Abraço a todos,

Diogo Heringer

clip_image001

Configurando Send as Permission

 

6596409-send-mail-button-3d-red-glossy-metallic

Use as permissões “Send as Permission” para configurar uma caixa de correio, de modo que os usuários que não sejam o proprietário da caixa de correio possam usar a caixa de correio para enviar mensagens. Depois que essa permissão for concedida, todas as mensagens que forem enviadas da caixa de correio aparecerão como se tivessem sido enviadas pelo proprietário da caixa de correio.

A função “Send as pernission” não é concedida até depois da replicação. Os tempos de replicação dependem da configuração da rede e do Exchange. Para conceder a permissão imediatamente, pare e reinicie o serviço “Microsoft Exchange Information Store”.

Vamos ao passo a passo:

 

1 – Abrir o EMC (Exchange Management Console”, expandir o nó “Recipient Configuration” e clicar em “Mailbox”.

 

image

 

2 – Clicar com o botão direito na Mailbox em que você deseja configurar o “Send as Permission“:

 

image

 

3 – Na janela “Manage Send as Permission” vamos adicionar o usuário que desejamos que faça o envio de mensagens em nome da Mailbox “Diogo Heringer”, e clicar em “Manage”:

 

image

 

4 – O comando foi completado com sucesso:

 

image

 

Agora o usuário “Gustavo Heringer” poderá enviar e-mails em nome do usuário “Diogo Heringer”!

 

Abraço a todos,

Diogo Heringer

clip_image001