Arquivos do Blog

Exchange 2013 Preview: Recovery Database

 

 

 

Olá pessoal,

A Recovery Database (RDB) é um tipo especial de Mailbox Database que permite montar uma Mailbox Database restaurada através de um Backup e em seguida fazer a extração dos dados necessários como e-mails, calendários, contatos e outros.

Conseguimos criar uma Recovery Database no Exchange Server 2013 através do Cmdlet:

New-MailboxDatabase -Recovery -Name RDB1 -Server MBX2

Para fazer a extração dos dados da Recovery Database devemos usar o Cmdlet ““New-MailboxRestoreRequest”. Com os dados extraídos podemos exporta-los para uma pasta específica ou fazer o Merge do conteúdo exportado com uma Mailbox existente.

A Recovery Database permite a recuperação de dados através de um backup sem comprometer o acesso dos usuários aos seus e-mails/informações que estão nas suas respectivas Mailbox de produção.

Através da Recovery Database é possível recuperar Mailbox individuais e também Itens individuais destas Mailbox restauradas.

 

Principais diferenças entre Recovery Database e Mailbox Database:

  • A RDB (Recovery Database) é criada utilizando o EMS (Exchange Management Shell).
  • E-mails não podem ser enviados para RDB. Todos os protocolos de acesso são bloqueados para acesso a RDB (Incluindo SMTP,POP3 e IMAP4).
  • O acesso dos Clientes MAPI ou através do OWA também são bloqueados. O acesso através de MAPI é permitido apenas para ferramentas de restauração. Os atributos MailboxGuid e DatabaseGuid devem ser especificados quando utilizamos o MAPI para logar na Mailbox que está na RDB.
  • Mailbox na RDB não podem ser conectadas a usuários. Para que os usuários consigam acessar as informações da RDB deve ser feito um Merge das informações da RDB com as informações da Mailbox desejada
  • Gerenciamento e políticas de Mailbox não são aplicadas.
  • Não existe manutenção online nas RDB.
  • Não é possível habilitar o Circular Logging
  • Apenas uma RDB pode ser montada no Mailbox Server. Esta database não conta para o limite máximo de Databases imposto pela versão (Standard e Enterprise)
  • Não é possível criar Database Copies numa RDB.
  • A RDB pode ser utilizada para fazer restore de um Backup, mas não pode ser usada para ser o Target da operação de backup.

 

Sintaxe do comando: New-MailboxRestoreRequest

New-MailboxRestoreRequest -SourceDatabase <DatabaseIdParameter> -SourceStoreMailbox <StoreMailboxIdParameter> -TargetMailbox <MailboxOrMailUserIdParameter> [-AllowLegacyDNMismatch <SwitchParameter>] [-AssociatedMessagesCopyOption <DoNotCopy | MapByMessageClass | Copy>] [-ConflictResolutionOption <KeepSourceItem | KeepLatestItem | KeepAll>] [-ExcludeDumpster <SwitchParameter>] [-ExcludeFolders <String[]>] [-IncludeFolders <String[]>] [-SourceRootFolder <String>] [-TargetIsArchive <SwitchParameter>] [-TargetRootFolder <String>] [-AcceptLargeDataLoss <SwitchParameter>] [-BadItemLimit <Unlimited>] [-BatchName <String>] [-CompletedRequestAgeLimit <Unlimited>] [-Confirm [<SwitchParameter>]] [-DomainController <Fqdn>] [-LargeItemLimit <Unlimited>] [-Name <String>] [-Priority <Lowest | Lower | Low | Normal | High | Higher | Highest | Emergency>] [-SkipMerging <SkippableMergeComponent[]>] [-Suspend <SwitchParameter>] [-SuspendComment <String>] [-WhatIf [<SwitchParameter>]] [-WorkloadType <None | Local | Onboarding | Offboarding | TenantUpgrade | LoadBalancing | Emergency>]

 

Exemplos:

To create a restore request, you must provide the DisplayName, LegacyDN, or MailboxGUID for the soft-deleted or disabled mailbox. This example uses the Get-MailboxStatistics cmdlet to return the DisplayName, LegacyDN, MailboxGUID, and DisconnectReason for all mailboxes on mailbox database MBD01 that have a disconnect reason of SoftDeleted or Disabled.

 

Listar Mailbox Disconectadas e Deletadas:

Get-MailboxStatistics -Database MBD01 | Where { $_.DisconnectReason -eq “SoftDeleted” -or $_.DisconnectReason -eq “Disabled” } | Format-List LegacyDN, DisplayName, MailboxGUID, DisconnectReason

 

Restaurar um Mailbox na Database MBD01 e no Mailbox do usuário Ayla:

New-MailboxRestoreRequest -SourceDatabase “MBD01” -SourceStoreMailbox 1d20855f-fd54-4681-98e6-e249f7326ddd -TargetMailbox Ayla

 

Existem várias opções restores para o Cmdlet New-MailboxRestoreRequest, basta utilizar o mais apropriado para sua necessidade.

Até a próxima,

Diogo Heringer

clip_image001

Exchange Server 2013 Preview: Criando uma MailboxDatabase

 

 

Olá pessoal,

As Databases no Exchange Server 2013 não sofreram alterações quanto a sua criação. A principal alteração foi quanto ao servicço Store.exe que agora é executado um por Database criada, desta forma otimizou bastante o desempenho do serviços e em caso de um desastre não é necessário parar todas as Databases.

Segue o procedimento de criação de Database:

 

1 – No EAC (Exchange Admin Center) navegar até Servers > Databases e em seguida clicar no botão “+”:

 

DB - 1

 

2 – Na janela que se abrirá vamos preencher o “Nome” da Database, o “Server” e o “Local de Armazenamento”:

 

DB - 3

 

(Janela aberta ao clicar no botão “Browse” para selecionar o Server)

DB - 2

 

3 – Clicar em “Save” e a Database será criada com sucesso!

 

Até a próxima,

Diogo Heringer

clip_image001

Exchange On-Premise: New Local Move Request

 

12234655723mefzC

 

Uma atividade comum na administração do Exchange Server 2010 é mover Mailbox entre Databases diferentes. Muita das vezes por questão de organização devemos re-alocar os nossos usuários em novas Databases, ou até mesmo por questão de espaço em disco.

Para fazer esta re-alocação vamos utilizar o EMC (Exchange Management Console) e o comando “New Local Move Request”. Vamos lá:

 

1 – Abrir o EMC (Exchange Management Console), expandir o nó “Recipient Configuration”, navegar até “Mailbox”:

 

 

image

 

2 – Clicar com o botão direito do mouse na Mailbox que desejamos migrar e em seguida em “New Local Move Request…”, para abrir a seguinte janela:

 

image

 

3 – Através do botão “Browse” vamos escolher a Database de destino. Clicar em “Next”:

 

image

 

4 – Na página “Move Settings” deixar as configurações padrões e clicar em “Next”:

 

image

 

5 – Na tela de resumo das configurações vamos clicar em “New”:

 

image

 

6 – O comando foi completado com sucesso.

 

image

 

Agora a Mailbox “Diogo Heringer” que estava na Database “heringerDB” se encontra na Database “heringerDB2”.

 

Abraço a todos,

Diogo Heringer

clip_image001

Configurando cotas de Mailbox em uma Database

20110111045729

O Exchange Server disponibiliza o recurso de limitação de tamanho de Mailbox. Podemos configurar estes limites através das configurações de Database ou em uma mailbox específica. É recomendado a criação de databases organizadas por setor, localização geográfica ou cargos, pois quando aplicarmos a limitação de Mailbox em um Database ela irá afetar todas as Mailbox que estão dentro dela. Ao configurar a limitação de Mailbox na Database temos três opções de configuração:

  • Issue warning at (KB): Use esta caixa de seleção e a caixa de texto correspondente para especificar o limite de armazenamento máximo em KB (quilobytes), depois do qual um aviso é enviado para o usuário da caixa de correio. O intervalo de valores varia de 0 a 2.147.483.647 KB. Se o tamanho da caixa de correio atingir ou exceder o valor especificado, o Exchange enviará uma mensagem de aviso ao usuário da caixa de correio.
  • Prohibit send at (KB): Use esta caixa de seleção e a caixa de texto correspondente para especificar um limite para proibição de envioem KB para a caixa de correio. O intervalo de valores varia de 0 a 2.147.483.647 KB. Se o tamanho da caixa de correio atingir ou exceder o limite especificado, o Exchange impedirá que o usuário da caixa de correio envie novas mensagens, e exibirá uma mensagem de erro descritiva.
  • Prohibit send and receive at (KB): Use esta caixa de seleção e a caixa de texto correspondente para especificar um limite para proibição de envio e recebimento em KB para a caixa de correio. O intervalo de valores varia de 0 a 2.147.483.647 KB. Se o tamanho da caixa de correio atingir ou exceder o limite especificado, o Exchange impedirá que o usuário da caixa de correio envie novas mensagens e não entregará nenhuma mensagem nova na caixa de correio. Todas as mensagens enviadas para a caixa de correio são devolvidas ao remetente com uma mensagem de erro descritiva.

Neste exemplo vamos configurar as cotas na Database “heringerDB”. Para isto basta seguir os passos abaixo:

1 – Abrir o EMC (Exchange Management Console), expandir o nó “Organization Configuration”, clicar em “Mailbox” e abrir a aba “Database Management”:

image

2- Dar um duplo click em “heringerDB” para abrir a seguinte tela:

image

3 – Agora na guia “Limits” vamos configurar as três opções citadas acima de depois vamos clicar em “Ok”. Por enquanto não vamos alterar a retenção de Mailbox.

image

4 – Ao clicar em “Ok” a janela será fechada e a configuração será concluída..

5 – Conferir em uma Mailbox se os limites estão sendo aplicados. Para isso vamos expandir o nó “Recipient Configuration”, clicar em “Mailbox”, escolher uma Mailbox que esteja dentro da database “heringerDB” e dar um duplo click na mailbox para que a seguinte janela seja aberta:

image

6 – Vamos abrir a aba “Mailbox Settings”, clicar em “Storage Quotas” e em seguida clicar no “Botão Propriedades”. A seguinte janela se abrirá:

image

7 – Reparem que a mailbox está pegando as configurações feitas na Database. Caso queira alterar as cotas de uma mailbox específica basta desmarcar o checkbox “Use Mailbox Database Deaults” na parte superior da janela aberta e fazer a alteração manualmente para aquela mailbox. Com os limites configurados podemos clicar em “Ok” e a ateração será feita.

image

Agora que sabemos configurar as cotas de Mailbox podemos gerenciar melhor nossa relação Usuário x Armazenamento.

Abraço a todos,

Diogo Heringer

clip_image001

Criando Databases e movendo as “Arbitrations Mailbox”

Olá pessoal,

Como podemos ver após o Exchange Server instalado uma Database é criada automaticamente e nesta Database temos duas Mailbox “visíveis”, que são o Administrator e o DiscoverySearchMailbox. Digo “visíveis” pois além destas duas Mailbox existem também algumas outras Mailbox que desempenham funções para o nosso Exchange. Antes de falar destas Mailbox irei listar os tipos de Mailbox que temos no Exchange Server 2010.

  • Room Mailbox: Caixa de correio para agendamento de salas.
  • Equipment Mailbox: Caixa de correio para agendamento de equipamentos.
  • Linked Mailbox: Caixa de correio que é acessada por um usuário em uma floresta confiável separada.
  • Forwarding Mailbox: Caixa de correio que pode receber e encaminhas mensagens fora do local de trabalho (off-site).
  • Archive Mailbox: Caixa para armazenar as mensagens de um usuário, como seria necessário para usuários de maior importância na organização.
  • Arbitration Mailbox: Caixa utilizada para gerenciar solicitações de aprovação, como pode ser necessário para manipular aprovações de membro de grupo e destinatários moderadores.
  • Discovery Mailbox: Destino das pesquisas de Discovery e, depois de criada, não pode ser convertida em outro tipo de caixa de correio.
  • Shared Mailbox: Caixa de correio que é compartilhada por múltiplos usuários, como uma caixa de correio geral para pesquisa de clientes.

Agora que conhecemos todos os tipos de Mailbox irei mostrar como “enxergar” estas Mailbox “Invisíveis”, que são na verdade as “Arbitrations Mailbox”.

Na imagem abaixo podemos ver a Database que foi criada automaticamente na instalação do Exchange Server:

image

Para visualizarmos as Mailbox que estão criadas devemos navegar até “Recipient Configuration” e em seguida “Maiilbox”:

image

Note que as “Arbitrations Mailbox” ainda não foram mostradas. Para exibir estas Mailbox devemos acessar o Exchange Management Shell (EMS) e executar o seguinte comando:

Get-Mailbox –Database <Nome da Database> –Arbitration

image

Através deste comando podemos exibir as “Arbitrations Mailbox”, agora o próximo passo é criar uma nova Database para que possamos mover estas Mailbox para a nova Database. Para criarmos esta nova Database devemos navegar até “Organization Configuration”, em seguida “Mailbox” e Clicarmos no botão “New Mailbox Database”

image

Assim que clicarmos em “New Mailbox Database” abrirá uma nova janela o qual você deverá digitar no primeiro campo o “Mailbox Database Name” e no segundo campo “Server name´”, o nome do servidor que irá hospedar esta database.

image

A janela abaixo será aberta quando clicarmos em “Browse” para escolher o servidor:

image

Com o nome da Database e o Servidor escolhido o próximo passo é definirmos o local de armazenamento dos Logs e o local de armazenamento das Databases. Iremos marcar também a opção para que a Database seja montada assim que concluirmos a criação da mesma.

image

Após clicar em “Next” teremos a tela de confirmação da criação das “Databases, onde iremos clicar em “New”:

image

Enfim nossa Database está criada e pronta para receber novas Mailbox.

image

Com a nova Database criada podemos mover as “Arbitrations Mailbox” para a nova Database e remover a Database padrão criada pelo Exchange:

Get-Mailbox –Database “Mailbox Database 1445973460” –Arbitration | New-MoveRequest

-TargetDatabase “heringerDB”

image

Agora que nossas Mailbox já estão na nova Database criada, podemos remover a Database padrão criada pelo Exchange Server.

Primeiramente devemos apagar as “Move Requests” e em seguida iremos apagar a Database criada pelo Exchange. Para apagar as “Move Requests” basta navergarmos até “Recipient Configurations”, em seguida “Move Requests” e selecionarmos as Move Requests a serem deletadas e no “Action Panel” clicar em “Clear Move Requests”.

image

Para remover a Database basta navergamos até “Organization Configuration”, em seguida “Mailbox” e na guia “Database Management” selecionar a Database criada pelo Exchange Server. Feito isso iremos no “Action Panel” e iremos clicar em “Remove”, mas antes disso devemos mover a Mailbox do Administrator e a Discovery Search mailbox através do EMC com o botão “New Local Move Request”.

Para fazermos o” “New Loca Move Request” basta selecionarnos os Mailbox a serem movidos, navegando até “Recipient Configuration” e logo após clicando em “New Local Move Request” no “Action Panel”. Selecionamos a Database e destino e clicamos em “Next”.

image

Iremos marcar a opção para que o move do Mailbox seja descartado em casa de mensagens corrompidas, clicaremos em “Next” e logo após em “New” para podermos realizar o move da Mailbox:

image

Clicando em “New” teremos o resultado que as Mailbox foram movidas com sucesso.

image

Após mover as Aritration Mailbox e e as Mailbox criadas pelo exchange podemos confirmar a exclusão da database criada pelo Exchange Server e assim teremos apenas a database que criamos.

image

image

Então pessoal, agora já sabemos fazer o Move-Request das “Arbitrations Mailbox” e fazer a remoção da Database criada por padrão no Exchange Server 2010.

Até a próxima!

Abraço a todos,

Diogo Heringer

clip_image001