Arquivos do Blog

Hybrid: Unable to update Active Directory information for the source mailbox at the end of the move. Error: UpdateMovedMailboxPermanentException.

Olá pessoal,

Durante uma migração de Exchange Server 2003 para Exchange Online, utilizando o Hybrid Configuration Wizard (HCW) e posteriormente o “Move-Mailbox” entre o ambiente On-Premise e Online, me deparei com o seguinte “Warning”:

 

“Unable to update Active Directory information for the source mailbox at the end of the move. Error: UpdateMovedMailboxPermanentException.”

 

Este erro ocorre quando o Exchange Server não consegue converter o usuário migrado de Mailbox para MEU (Mail Enabled User). Para resolver este problema devemos fazer a conversão manualmente utilizando os procedimentos abaixo:

 

1 – Limpar os seguintes atributos do usuário no Active Directory:

homeMDB,homeMTA,msExchHomeServerName,msExchPoliciesExcluded

2 – Incluir os seguintes valores nos campos:

  • msExchRemoteRecipientType=”4″
  • msExchRecipientDisplayType=”-2147483642
  • msExchRecipientTypeDetails=”2147483648″
  • targetaddress: SMTP:alias@tenant.mail.onmicrosoft.com

 

3 – Pronto! Feito isso o usuário se tornará um Mail Enabled User e o roteamento de e-mails acontecerá normalmente!

 

Diogo Heringer

clip_image001

Hybrid Configuration: Re-Migrando as caixas postais após cancelar o Move-Request

 

 

 

 

Olá pessoal,

Quando iniciamos um New-RemoteMoveRequest, no cenário de Exchange Híbrido, esta solicitação é criada automaticamente no ambiente do Exchange Online e marca o Mailbox no Exchange On-Premise com o símbolo de “Mailbox Movida”, conforme figura abaixo:

 

image

 

Porém, quando cancelamos esta requisição por algum motivo, ao tentar fazer a migração deste usuário novamente, as opções de “New-MoveRequest” e “New-RemoteMoveRequest” não aparecem, devido ao status de Move da Mailbox, que para o Exchange esta com o Status de “Mailbox Movida”.

É importante notar que a Move-Request é criada na Floresta do Exchange Online, e não localmente.

Para re-migrar os usuários basta seguir os seguintes passos:

 

1 – Abrir o ADSIEdit.msc e navegar até a partição de “Default Naming Context”:

 

image

 

2 – Em “Propriedades” do usuário, alterar o valor msExchMailboxMoveStatus  para “Not Set”:

 

image

 

3 – Pronto! Agora basta ir até o Exchange e verificar que o objeto não se encontra mais com o ícone de “Mailbox Migrada”.

 

Até a próxima,

Diogo Heringer

clip_image001

Exchange Server 2013 Preview: Movendo um Mailbox (New-MigrationBatch)

 

 

Olá pessoal,

No Exchange Server 2013 temos algumas novas opções quando iniciamos o Move de um Mailbox. A principal diferença é que agora além de buscar os Mailbox que serão migrados no Active Directory podemos tam mbém fazer a migração de várias Mailbox através da leitura de um arquivo CSV.

O arquivo CSV deve ter apenas uma coluna com o título: EmailAdress

 

image

 

Vamos ao passo a passo para migração do Mailbox:

 

1 – No EAC (Exchange Admin Center) navegar até Recipients > Migration:

 

MV - 2

 

2 – Clicar no botão “+” e selecionar o Mailbox que deseja migrar através do Active Directory ou pela leitura do CSV.

Neste exemplo vamos selecionar o usuário no Active Directory:

 

MV - 3

 

(Janela aberta ao clicar em “+” para adicionar Mailbox do Active Directory)

MV - 4

 

3 – Com o usuário selecionado vamos clicar em “Next”:

 

MV - 5

 

4 – Vamos dar um “Nome” para a Batch de Migração e em seguida escolher a opção “Move Primary Mailbox Only”, já que não temos Mailbox de Archive.

 

MV - 6

 

Escolher a MailboxDatabase de destino clicando em “Browse”:

 

MV - 7

 

Clicar em “Next”.

 

5 – Escolher o Malbox para qual o e-mail de Report será enviado clicando no botão “Browse””.

Deixar marcado o CheckBox “Automatically start the batch” e marcar também “Automatically complete the migration batch”.

 

MV - 8

 

Clicar em “New”.

 

Caso não marque o Checkbox “Automatically start the batch” você terá a opção de iniciar o “Migration Batch” manualmente depois que ele for criado.

Caso não marque o Checkbox “Automatically complete the migration batch” você terá que completar a migração do Mailbox manualmente após ela ser iniciada clicando no botão “Complete Migration Batch”.

 

6 – Verificar o status do Mailbox migrado:

 

MV - 10

 

7 – Pronto! Agora nosso Mailbox foi migrado para outra Database com sucesso!

 

Até a próxima,

Diogo Heringer

clip_image001

Projeto Office365: Entendendo Mailbox Moves em Ambientes Cross-Premises (Office 365)

 
O ambiente on-cloud Office 365 da Microsoft roda em Exchange 2010, portanto quando efetuamos um move mailbox entre mailbox databases, o processo é executado pelo Microsoft Exchange Mailbox Replication Service (que será tratado como MRS).

O MRS é um serviço que é executado nos Exchange 2010 CAS servers e é o serviço que irá receber o move request do administrador e mover a mailbox de uma database para outra. O MRS suporta os mailbox moves sendo eles online ou offline, em um ambiente cross-premisse este move é considerado online.

Este é um exemplo de como um move request (simples) é executado:

image

  1. O administrador cria o move request utilizando o New-MoveRequest;
  2. O New-MoveRequest efetua as validações necessárias na mailbox que será movida;
  3. O New-MoveRequest cria uma mensagem de request que é inserida no DB do target server;
  4. Os seguintes atributos são adicionados na conta do usuário, para armazenar informações que serão utilizadas pelo move e que serão atualizadas durante o processo:
    • msExchMailboxMoveBatchName
    • msExchMailboxMoveFlags
    • msExchMailboxMoveRemoteHostName
    • msExchMailboxMoveSourceMDBLink
    • msExchMailboxMoveStatus
    • msExchMailboxMoveTargetMDBLink
  5. 1- O New-MoveRequest aciona o MRS informando que uma nova requisição de move está pronta para o processamento;
  6. 2- O MRS atualiza o atributo msExchMailboxMoveStatus do objeto no AD;
  7. 3- O MRS inicia o sincronismo de data;
  8. 4- Assim que o sincronismo é completo, o MRS irá efetuar o “lock” da account;
  9. 5- Após o lock, o MRS iniciará o delta, aonde será feito o sincronismo de mensagens novas ou de itens alterados;
  10. 6- O MRS irá então atualizar os atributos no AD para o mailbox enabled user (nova account criada):
  11. HomeMDB
  12. HomeMTA
  13. HomeServer
  14. MSExchangeVersion
  15. Proxy Address
  16. Target Address
  17. 7- O MRS remove a source mailbox do source DB e altera o move status do msExchMailboxMoveStatus e msExchMailboxMoveFlags para “Completed”;
  18. 8- Assim que este status for atualizado, a mailbox pode ser acessada;
  19. 9- No Exchange 2010, cada instância do MRS mantém um track dos move requests. Esta fila pode ser acessada utilizando o comando “Get-MoveRequestStatistics”, como é o exemplo abaixo:

Get-MoveRequestStatistics “Exchange Server” –MoveRequestQueue “User-Mailboxes”

MRSProxy

No Exchange 2007, quando administradores tinham que efetuar mailbox moves entre diferentes florestas (cross-forest environment), era necessário habilitar o acesso MAPI entre os servidores, configurar trusts e habilitar o full administrator access para os administradores em ambas as Exchange Organizations.

O MRSProxy trabalha em conjunto com o MRS para facilitar a comunicação requerida entre o source e target server em cada floresta de Exchange Server 2010. Cada CAS server posssui uma instância do MRS e uma instância do MRSProxy como uma parte da implementação do Exchange Web Services (EWS). A grande diferença é que o MRSProxy não vem habilitado por default no CAS server.

Portanto, para efetuar um move em um ambientes cross premise ou até em um cross forest, é necessário habilitar este serviço. Para habilitar este serviço, basta configurar o arquivo de configuração (web.config) para o CAS on-premise. Lembre-se de habilitar para ambos os CAS nodes se você possui um array configurado.

Habilitando o MRSProxy

1. No servidor on-premise, abra o arquivo de configuração com o seu notepad:

<Exchange Installation Path>\V14\ClientAccess\ExchWeb\EWS\web.config

2. Altere a configuração de IsEnabled de False para True:

<!– Mailbox Replication Proxy Server configuration –>
<MRSProxyConfiguration
IsEnabled=”False”
MaxMRSConnections=”100″
DataImportTimeout=”00:01:00″ />

3. Salve e feche o arquivo;

4. Reinicie o serviço do MRS e o IIS para que as alterações tenham efeito.

 

Lembrando que ao utilizar o “Hybrid Configuration” disponível no Exchange 2010 SP2, o MRSProxy é habilitado automaticamente.

 

Até a próxima,

Diogo Heringer

clip_image001

Exchange On-Premise: New Local Move Request

 

12234655723mefzC

 

Uma atividade comum na administração do Exchange Server 2010 é mover Mailbox entre Databases diferentes. Muita das vezes por questão de organização devemos re-alocar os nossos usuários em novas Databases, ou até mesmo por questão de espaço em disco.

Para fazer esta re-alocação vamos utilizar o EMC (Exchange Management Console) e o comando “New Local Move Request”. Vamos lá:

 

1 – Abrir o EMC (Exchange Management Console), expandir o nó “Recipient Configuration”, navegar até “Mailbox”:

 

 

image

 

2 – Clicar com o botão direito do mouse na Mailbox que desejamos migrar e em seguida em “New Local Move Request…”, para abrir a seguinte janela:

 

image

 

3 – Através do botão “Browse” vamos escolher a Database de destino. Clicar em “Next”:

 

image

 

4 – Na página “Move Settings” deixar as configurações padrões e clicar em “Next”:

 

image

 

5 – Na tela de resumo das configurações vamos clicar em “New”:

 

image

 

6 – O comando foi completado com sucesso.

 

image

 

Agora a Mailbox “Diogo Heringer” que estava na Database “heringerDB” se encontra na Database “heringerDB2”.

 

Abraço a todos,

Diogo Heringer

clip_image001